sábado, 1 de novembro de 2008

Um azar nunca vem só. ADOPTEM!




De histórias de crimes escandolosos já todos nós estamos fartos. Mas tanta estupidez vinda do único ser que é considerado racional, a mim revolta-me.

Desta vez, a triste realidade vem do Porto. Pelo mail que recebemos a história é:


A barbaridade começa logo na dona inicial da cadela (ainda bebé) que adora sair à noite, e a cadela "farta-se" de ladrar no apartamento e "incomoda" imenso. Logo, qual a resolução? Despejar a cadela na rua. "Epá...mas a cadela tem chip...está identificada...que chatice...agora já não a posso abandonar, tenho que arranjar dono".

E assim foi...foi para a rua, apregoar a cadela, até que apareceu uma senhora de idade e como a netinha precisava de um brinquedo, lá ficou com a cadela. Primeiro aspecto...quando as crianças pedem um brinquedo, normalmente vai-se a uma loja, nem que seja a uma chinesa, comprar um qualquer objecto que entretenha a criança, seja ele qual for! Claro que um ser vivo também pode ser oferecido...mas com um pouco mais de cabeça, tronco e membros.

E neste momento da história temos 4 coisas: uma ex-dona satisfeita por poder ir divertir-se à vontade, uma senhora de idade contente porque arranjou o tal brinquedo à criança, uma criança a pensar realmente que aquilo é um brinquedo...e uma cadela bebé confusa e provavelmente aterrorizada de tanto movimento e mudança.


Mas tenham calma que falta o 5º elemento desta fase da história, a mãe da neta...que por sua vez também é filha da avó que pensava que a cadela fosse "Made in China". Pois bem, a mãe não ficou muito contente com a situação. Visto que não gosta de animais, pôs a cadela a andar.


Até agora temos dois donos que de nada serviram...adiante....


Depois da mãe que não suporta animais, a cadela foi para uma casa desabitada com vizinhos duvidosos e crianças "adoráveis". Finalmente a cadela foi para o espaço indicado, não acham!?


E todos os dias um casal qualquer iria lá ver a cadela e talvez alimentá-la (não sei, não foi mencionado no mail). Mas, para meu espanto e para o vosso também, os animais "cagam" (termo usado pelas pessoas em questão)! Vocês sabiam que tal acontecia!? Espantoso..quem diria! Ou seja, como já devem ter percebido, as tais pessoas não gostavam de ter sempre o espaço, a tal casa abandonada, "cagada". Mudaram a cadela para um espaço que não estava vedado. Depois, provavelmente a cadela continuou a "cagar"...e o marido desta senhora decidiu dar um pontapé na cadela...partindo-lhe a pata! Inteligente não é!? Os meus mais sinceros cumprimentos para esta ilustre criatura que deu o pontapé, pois como é de conhecimento geral, quando os cães levam um pontapé que lhes parte a pata traseira, eles de facto deixam de "cagar"!Não é algo óbvio? Bravo!


Depois de toda esta tramóia, a senhora ligou a uma rapariga (penso que seja a autora do mail que enviaram) a dizer que não queria mais a cadela e que não podia gastar dinheiro com ela, para a rapariga a ir lá buscar.

E a rapariga assim o fez.

Agora, esta cadelinha, é mais uma que pertence à realidade das adopções. A cadela ainda não põe a pata no chão, gane quando lhe tocam, e pelo que eu consegui compreender ainda ninguém se deu ao ilustre trabalho de a levar a um veterinário.


Por isso, apelo aqui, e por todos os restantes meios de que esta organização dispõe, para conseguir arranjar um dono decente e HUMANO que cuide desta cadela que já tanto sofreu no seu curto período de vida. Vamos fazer com que esta cadela venha finalmente a saber o que é ter um dono...e não uma BESTA de ser humano como "responsável".

A indicação que temos é que é para contactar para o 916689952, sendo ela a Marisa Santos.


Podem colocar questões para o animalbenefitfest@gmail.com.


Desculpem a ironia usada ao longo de todo o texto, mas a revolta e vontade de fazer o que estas pessoas fazem aos animais a elas mesmas, tira-me do meu perfeito juizo.


Se não poderem ficar com ela, divulguem. Estamos a falar de uma VIDA, não de um brinquedo.

Obrigada


3 comentários:

Anónimo disse...

Pede desculpa pelos termos usados? por favor nao se akanhe, foi muito educado. algo k me transcende e a falta de cultura de civismo neste país. na me orgulho de ser portuguesa. bem ajam e bom trabalho

Anónimo disse...

Pede desculpa pelos termos usados? por favor nao se akanhe, foi muito educado. algo k me transcende e a falta de cultura de civismo neste país. na me orgulho de ser portuguesa. bem ajam e bom trabalho

Esterilização Obrigatória disse...

Ajuda-nos a passar a ideia da Esterilização Obrigatória para os animais de estimação
É importante, porque cada vez há mais cães e gatos pelas ruas abandonados
temos um selo para colocares no teu blogue
http://esterilizacao-o.blogspot.com/